Os reais livros

Não gosto do significado de virtual como oposto a real. Infelizmente assim prevalece no cotidiano. Amigo virtual, relacionamento virtual, mundo virtual, livro virtual, são expressões que de algum modo nos induz a achar que estas coisas não existam de fato.

Por isso não  relaciono a palavra virtual ao mundo da internet,  uma ferramenta eletrônica de comunicação. Nada mais.

Prefiro o  significado  de virtual como algo que virá a ser. A semente é uma virtual árvore, assim alguém explicou um dia e me convenceu. Os  virtuais livros de Maria e Nilson, que virão a ser no próximo dia 1º de setembro, nasceram neste mundo real da internet.

O  de Maria Sampaio já havia sido concebido antes, numa edição artesanal para amigos. Depois ela encontrou o caminho do blog e seus continhos ganharam vida também nas telas desta rede de fuxicos. Voltarão de novo ao papel para fazer companhia aos ouros livros já publicados por Maria.

Nilson era um poeta incubado e surpreendeu a todos quando começou a assumir seus escritos no Blag. No mundo dos blogs conheceu e foi conhecido por Maria, que o indicou para esta parceria. Perde agora o cabaço no papel, mas já está bem rodado lá no blog, onde tem uma audiência seleta e fiel de fãs.

Maria eu já conhecia  de vista, desde a década de 80. Outro dia vi uma entrevista dela na revista Muito e a sujeita virou minha ídala, mais ainda depois que passei a  freqüentar os Continhos.  Maria tem três qualidades essenciais nesta vida: bom humor, rapidez de raciocínio e ausência de papas na língua. Uma autêntica prosa boa.

Nilson conheci como chefe, nos tempos da Agecom, virou amigo-irmão. Tempos de Ana Lívia, Ana Cristina, Mônica Mello, Ronaldo Jacobina, Luciana Amorim, Carlos Alberto,  Sandrinho e Marcinha. Sim, tempos de Marcinha, que me revelou o Nilson poeta. Ninguém é santo neste mundo, mas Nilson é o cara mais honesto que conheço. Honestidade no sentindo amplo da palavra, matéria-prima também dos seus poemas.

Senti uma grande alegria ao saber por Maria da novidade da publicação dos dois livros. E me lembrei do dia em que nos reunimos numa mesa, no lançamento dos Vestígios da Senhorita B,  de Renata Belmonte. O encontro gerou muitos posts, principalmente no blog de Bernardo.

Quis então repetir e ampliar  aquele  encontro, de  uma rede de amigos que se falam cotidianamente, via posts e comentários. E inventei este blog, uma prévia do dia 1º setembro, quando nos veremos novamente.

Marcus Gusmão

Anúncios

10 Respostas para “Os reais livros

  1. E essa tal P55, seu Marcus? Eu não tinha sequer ouvido falar dela até vocês iniciarem estas conversas…

    Pois é. Uma inciiativa bacana, sem patrocínio nenhum. Os livros são bonitos, bem cuidados e baratos. veja o site deles: http://www.p55.com.br/ Em breve teremos uma página aqui sobre a editora e a coleção Cartas Bahianas.

  2. E você, meu velho, incutido generoso, cabeça a mil, antenas ligadas no virtual-que-é-o-que-vai-ser-portanto-já-é, amigo-irmão: vc não sabe como fico feliz por mais esta empreitada juntos. Ainda mais por Maria, sua força, seu talento, sua prosa. Vamos juntar amigos, e-amigos, virtuais amigos e fazer um samba no dia 1º. Grato, gratíssimo, graticicíssimo!!!

  3. É um orgulho participar desta coleção ao lado de Nilson e Maria. Admiro muito os dois, ótimos escritores e pessoas da melhor qualidade. Farei tudo que puder para ir no dia 01.
    bjs

  4. sem cabotinismo… adorê suas palavras sobre min ha pessoa. Claro, estou adorando tudo que você está criando e fazendo por nossos livros. Beijos gratos, gratíssimos de Maria

  5. Agendado…
    E querendo divulgar também…
    Mandem mesmo material
    Beijos

  6. Tudo isso está tão bonito. Eu, melodramática, trágica, emotiva, carregando a herança grega das altas sensibilidades, fico realmente achando lindo um movimento assim. Uma irmandade, enfim.
    A literatura não é apenas a competição entre seres extremamente vaidosos, há lugar para a admiração sincera e o prazer ao ver que as coisas estão acontecendo e dando certo.
    Nossa, eu juro que não andei lendo os Paulo Coelho da vida. Juro.

  7. Rapaz, mal posso esperar pra ter estes livros!

  8. Tudo lindo, divino e maravilhoso. Ainda bem que estou colada nesse movimento.
    Beijo

  9. Que delicia esta conversa real e com gente de rara humanidade. Depois que conheci Maria, minha amiga Sampa em pleno Salvador, a lente que enxergo a vida se expandiu. Este livro vai dá o que escrever na nossa linha do tempo. Parabéns ! Estarie lá sim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s